Livro-me

Sou um romance pós-contemporâneo
Busco a ressignificância dos nomes. Mesmo os perdidos entre destroços. Sou a vida que cedo ao fantástico. Aliada das causas esquecidas, metamorfoseadas. Sou lacunas prestes a romper silêncios. Seta.
(Barbara-Ella

2 comentários:

Márcia Leite disse...

Seguidora fiel e adorando ler-te!!
Muito bom, Barbara-Ella!

PULSAR POÉTICO disse...

Passei... Gostei.

Chegue aqui, no PULSAR POÉTICO.
;)