Voo suicida


Habitava tão alto recanto,

que suspendeu os voos rasantes,

com receio de ter que pisar na terra...



... Mas quando amou o precipício,

aterrissou sólida, mantendo os olhos abertos,

a fim de não perder a paz de ter os pés no chão...

Barbara-Ella
Postar um comentário