Esquinas


Não faz mal...
Enquanto há mente
seguirei sem ser pedra

Sutil, me absolvendo dos nãos
paciente e sem pressa

Bem devagar, paralisando letras repetidas
Na fatalidade da queda

Ora bolas,
sem essa!


Pintar ao mundo o que sinto
É
o melhor da festa...

Barbara-Ella

Postar um comentário