.......Poema sem fôrma.......

.
.
.
Não se trata do que não sei
Trata-se do que nego.


Isso que não quero,
sem rodeios atiro
às sílabas que não conto.

Que se explodam os ideais
de forma
Falas forjadas
Cópias
Egos...

Teoria de mais
sabedoria de menos

Minha arte é de utilidade
Pública
Propriedade livre
Que reconhece no outro
Sua face.

Habita além das suas regras
e das minhas entranhas
por opção.
Postar um comentário