Cedo ou tarde (?)

Preciso me lembrar de quem sou,
quando tingida de vermelho
for consumida sem lembrança.

Insultar a luxúria da cegueira e o delírio da vaidade,
que erguem sórdidos
um tempo medíocre.

Encontrar a solidez das palavras
na verbofagia desvairada logo!
Antes que seja tarde demais para as saudades.


Barbara-Ella
Postar um comentário