................Reflexo .....................

.
.
.
Mira-me, olhos de caça.
Em vão é pensar minha carne barata.
Não sou cabide de conquistas.
Sei o que quero!

Abrigo-me na consciência.
Encontra-me nas inquietudes.
Lá onde me ouves estou...

Fantasma imaginário
de mente fria!

Delgado,
o corpo
Saqueador de passos.

Botão plantado.


Barbara-Ella
Postar um comentário