................Mexilona.....................

.
.
.

Revirei as pedras!
Não resisti...
Vinha tudo de tão longe,
que a energia gritava.
Abriguei minhas mãos
sobre o proibido
daquele passado,
buscando alguma vida.
Enquanto a infância corria,
Capturei o vento...
E quase obrigada,
remexi as pedras
Que me construíam
a falsa imagem.


Barbara-Ella
Postar um comentário